O Distrito deverá ser instalado ao lado da área urbana do município de Quixeramobim, junto ao Hospital Regional do Sertão Central. Vizinho a Quixeramobim, no município de Quixadá, já existe um grande campus universitário, com IES Estadual e Federal com destacada expertise (reconhecimento nacional) na área de tecnologia da informação e inteligência artificial.

Já foi implantado na região do futuro Distrito de Inovação em Saúde de Quixeramobim o Hospital Regional do Sertão Central. O Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), localizado em Quixeramobim-CE, iniciou suas atividades no dia 26 de setembro de 2016. O hospital beneficia cerca de 631 mil habitantes dos 20 municípios da Macrorregião de Saúde do Sertão Central: Boa Viagem, Canindé, Caridade, Itatira, Madalena, Paramoti, Banabuiú, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Pedra Branca, Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu, Solonópole, Aiuaba, Arneiroz, Parambu e Tauá.  O HRSC atende pacientes de alta complexidade, sendo referência em casos de Acidente Vascular Cerebral (AVC), cirurgia geral, traumatologia, clínica médica e terapia intensiva. O hospital é composto por 15 leitos na emergência infantil, 30 leitos na emergência de adultos, 20 leitos de UTI, 16 leitos de terapia semi-intensiva, 12 leitos de cirurgia, 8 leitos no setor de neonatologia, 11 leitos neonatais e 185 leitos na enfermaria, totalizando 297 leitos, permitindo assim um nível ótimo de eficiência hospitalar.  O hospital conta ainda com 11 salas de cirurgia, 15 consultórios e oito salas de exames e tratamentos.

 

Complementando os demais distritos, o Distrito de Inovação em Saúde de Quixeramobim deverá abrigar indústrias de equipamentos mecânicos, mobiliário hospitalar, próteses e órteses, equipamentos de proteção individual (máscaras, viseiras, batas, toucas, etc.), siringas, etc.

VIVA@QUIXERAMOBIM

VIVA@CEARÁ